sábado, 30 de setembro de 2006

Sobre saudade

"A saudade da amada criatura
É bem melhor do que a presença dela"

Mário Quintana



Na solidão na penumbra do amanhecer
Via você na noite, nas estrelas, nos planetas,
Nos mares, no brilho do sol e no anoitecer
Via você no ontem, no hoje, no amanhã...
Mas não via você no momentoQue saudade...

Mário Quintana




Saudades

Nas horas mortas da noite
Como é doce o meditar
Quando as estrelas cintilam
Nas ondas quietas do mar;
Quando a lua majestosa
Surgindo linda e formosa,
Como donzela vaidosa
Nas águas se vai mirar!
Nessas horas de silêncio
De tristezas e de amor,
Eu gosto de ouvir ao longe,
Cheio de mágoa e de dor,
O sino do campanário
Que fala tão solitário
Com esse som mortuário
Que nos enche de pavor.
Então - proscrito e sozinho -
Eu solto aos ecos da serra
Suspiros dessa saudade
Que no meu peito se encerra
Esses prantos de amargores
São prantos cheios de dores:
- Saudades - Dos meus amores- Saudades - Da minha terra!

(Casimiro de Abreu)





DA SAUDADE (Quintana)

A saudade que dói mais fundo
- e irremediávelmente -
É a saudade que temos de nós."




A Ave e o Poeta

A ave voa no tempo que passa,
Quebrou o ovo
Rompeu um mundo,
Ave de argamassa de esperança e fantasia,
Voa da janela no sorrir do dia,
Ave pássara que beija flor,
Tão bem te vi, alado cantor.
Onde te leva o vento, aos campos da alegria?
Mas ali não estou ave do meu amor,
Sou poeta sensorial, sem asas, sem casa, sem pátria, sem dor,
Meu coração é uma gaiola vazia que anseia uma paixão vadia,
Porém teu vôo é livre
Oh, pássara da liberdade,
Por que pousou nos meus olhos, se só te vejo pela saudade?

Um comentário:

Carolzinha disse...

Eta palavra que diz tudo e num diz nada... Saudade...
Saudade temos todos de tempos, de momentos, de pessoas... Saudade do que foi, de como foi, de quem se foi, de quem está por ir, de ontem, de horas atrás, enfim saudade da loucura, do que vivi e com quem vivi...
Eta Saudade!!!...
Beijos!!!